Motorista que dirigia carro envolvido no crime de importunação sexual presta depoimento a polícia


O motorista que dirigia o carro envolvido nos crimes de importunação sexual e lesão corporal contra uma ciclista, em Palmas, na região sul do Paraná, se apresentou na delegacia nesta quarta-feira (29). Além dele, o irmão, que é menor de idade e também estava no veículo no momento do assédio, se apresentou à polícia.


Em depoimento à Polícia Civil do Paraná, o condutor do carro confirmou a intenção do carona em atacar a jovem. O caso aconteceu no domingo (26) e foi registrado por uma câmera de segurança.

Depois de ser interrogado, o motorista foi liberado, porque se apresentou espontaneamente e não tinha mandado de prisão contra ele. Mas de acordo com a Polícia Civil, o condutor deve responder por importunação sexual e lesão corporal.


Na terça-feira (28), o suspeito, que estava no banco do carona foi preso. Ele colocou a mão para fora e passou no corpo da jovem. Com isso, a ciclista se desequilibrou, caiu no meio da rua e ficou ferida.


Após o ocorrido, a vítima, estudante de direito, registrou um boletim de ocorrência e procurou pelas câmeras de segurança na região para entender o que havia acontecido. Ela só percebeu que se acidentou porque tinha sido tocada pelo suspeito. A ciclista publicou as imagens nas redes sociais na segunda-feira (27) e pediu ajuda da população para identificar todos os envolvidos. Com a repercussão do caso, ela fez um vídeo agradecendo o apoio de todos.


De acordo com a Polícia Civil do Paraná, os 4 homens que estavam no carro foram identificados, sendo que o que foi preso é o rapaz que passou a mão na jov