top of page
1920x368px.jpg

Homem é condenado a 14 anos de prisão por matar a esposa com martelo e esconder o corpo


O Tribunal do Júri de Ampére, no Sudoeste do estado, condenou a 14 anos, 9 meses e 15 dias de reclusão um homem denunciado pelo Ministério Público do Paraná por um assassinato cometido em 8 de janeiro deste ano. Além do homicídio qualificado por feminicídio, o réu foi condenado por ocultação de cadáver e fraude processual.


Conforme a denúncia, o homem matou a companheira com golpe de martelo, ocultou o cadáver com auxílio do genro e posteriormente, em 16 de janeiro, registrou boletim de ocorrência de desaparecimento, com o objetivo de ocultar o crime. O corpo de Etelvina dos Anjos, de 57 anos, foi no dia 28 de janeiro deste ano, próximo a uma lavoura, 20 dias depois de ela ter sido morta.


Após as investigações, o réu confessou o crime, admitindo o feminicídio, a incineração do martelo utilizado na sua execução e a ocultação do cadáver na área rural do município.


O condenado deverá cumprir a pena em regime inicial fechado. Ele estava preso preventivamente e teve a prisão mantida até o julgamento de eventual apelação.


Fonte: RBJ Foto: Rádio Ampére

Comentários


Ative novo.png
Portal 163.jpg
Kraemer.png
Confira nossas OFERTAS
Ative novo.png
bottom of page