top of page
1920x368px.jpg

Assassino é condenado a 20 anos de prisão por matar homem espancado em Matelândia


Assassino foi condenado a 20 anos e um mês de prisão por matar um homem espancado no dia 1º de janeiro deste ano, no Bairro Jardim Tropical, em Matelândia (PR).


A vítima trabalhava com o criminoso. De acordo com a denúncia do Ministério Público do Paraná, os dois voltavam de uma confraternização de réveillon na empresa onde trabalhavam, em uma moto pilotada pelo agressor.


Eles se desentenderam e o acusado derrubou o colega na rua e o feriu com socos, chutes e outros golpes, utilizando até o capacete que usava para bater nele. Depois, chegou a invadir a casa de testemunhas - algumas delas tentaram intervir para impedir a agressão -, ameaçando-as de morte e declarando que seria "integrante de facção".


Os jurados acataram as teses do Ministério Público, considerando como qualificadora o emprego de meio cruel (pela multiplicidade de golpes desferidos contra a vítima e o intenso sofrimento a ela causado).

O sentenciado já estava preso preventivamente e permanecerá detido, sem o direito de recorrer em liberdade.


SOBRE O CASO:


O Serviço de Atendimento Móvel e Urgência (Samu) e a Polícia Militar foram acionados para atender a vítima de agressão, que estaria caída no chão, gravemente ferida.


O homem foi identificado como Valter Luis Theiss. Ele foi socorrido ainda com vida e levado ao hospital em estado grave, com parada cardiorrespiratória, e hematomas na cabeça na região occipital e região clavicular esquerda, além de sangramentos pelo nariz, ouvido e boca. Valter Luis Theiss não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade hospitalar.


Os policiais procuraram pelo autor das agressões, mas ele havia fugido do local em uma motocicleta.


De acordo com a PM, o crime foi cometido com extrema violência, onde o autor teria espancado a vítima.


Fonte e Foto: catve

Comments


Ative novo.png
Portal 163.jpg
Kraemer.png
Confira nossas OFERTAS
Ative novo.png
bottom of page