Mulher é resgatada com os filhos de cárcere privado


Uma mulher de 24 anos entrou em contato na quarta-feira (03) com a Polícia Militar de Palma Sola (SC) e informou que estava em cárcere privado e sofrendo torturas em uma boate em Candói (PR).


Pelo WhatsApp a mulher informou as equipes, que estava em um quarto isolada. Ela relatou que é moradora do município de Palma Sola e que havia aceitado uma proposta de trabalho na região de Candói a cerca de 30 dias e ao chegar no local descobriu que era uma boate.


Segundo a mulher, ela teve os dois filhos, um de cinco e outro de um ano retirados dela pelo dono da boate e foi obrigada a se prostituir em troca de comida. Ainda segundo a vítima, ela não havia mais visto os filhos e teria sofrido várias agressões e que estava com uma perna quebrada.


Os policiais fizeram contato com a equipe de Flor da Serra do Sul e juntos começaram os levantamentos de boates da região.


Após contato com o 16º BPM, uma equipe da Polícia Militar de Candói localizou a boate às margens da rodovia, constataram a situação e resgataram a mulher. Um casal foi preso suspeito de cárcere privado e tortura.


A mulher e os filhos seriam encaminhados de volta a Palma Sola, onde residem os seus familiares.


Fonte: PPNews com informações da Polícia Militar

Foto: PM

ALEP_COVID_01_300x250px.gif
Portal 163.jpg
Confira nossas OFERTAS
FARMÁCIA ULTRA DESCONTÃO
images.png
banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif