Viver só...


E dia destes, entrei em um bate papo cujo assunto era “viver só”. Viver, morar, estar só.

Sem ninguém junto, sem companhia na casa ou no apartamento, enfim: sozinho mesmo.

Várias teorias foram levantadas e demos muita risada, apesar da seriedade do tema.


Viver só, queiram ou não, não é lá tão bom quanto afirmam.


Mesmo quem diz que é bom viver só, acha que em alguns momentos, bem que poderia ter uma companhia alguém para ao menos ouvir e dizer besteiras.


O fato é que quem vive só, mora sozinho e não tem viva alma para trocar ideias, vive da forma que gosta.


Anda de cueca pela casa, fala sozinho, torce no futebol sozinho, toma a cerveja e pita um cigarrinho sem incomodar ninguém – e sem ser incomodado.


Vez por outra visita alguém, sai para um churrasco, toma uma no bar da esquina, mas chega em casa e o silêncio é seu melhor companheiro.

Claro que estas pessoas que vivem só devem sentir um aperto em uma hora da noite, ainda mais quando se tem o interior mais pendente para o lado afetivo, emocional, saudoso. Para aqueles que são saudosos, o viver só é uma tortura, embora eles enfrentem. Para aqueles que são emotivos, caixas de lenços de papel estão por toda a parte.


E para aqueles que são indiferentes, viver só é uma liberdade conquistada, um direito que ele tem, uma dádiva de Deus.


De fato, viver só não anima muito, mas às vezes é necessário.


O pior é chegar a um lugar onde você é obrigado a viver só e não tem alma por perto para fazer uma amizade, ou o povo da cidade não colabora. Existe isso, sim.


Não é o caso da nossa Capanema, que abrigou centenas de novos moradores (como eu) com carinho, com amizade, com um sorriso e um bom dia sempre no rosto. Ao mesmo tempo, camaradagem e uma boa cuia aproximam qualquer mortal de um capanemense.


Enfim, viver só é algo que merece estudo, ainda mais para aqueles que gostam do fato.


A solidão será sua eterna companhia, mas para alguns, faz bem.


Para outros, complica até o funcionamento do pensamento, atrapalha as decisões e provoca a depressão.


Quem vive só, ao menos, que tenha um consolo: ninguém vai reclamar de nada o que você fizer dentro de sua casa.


A não ser que a diarista, quando se tem, comente e critique seus hábitos.


Daí, é melhor continuar só.


Boa semana aos solitários e aos que curtem o fato de viverem sós.

ALEP_COVID_01_300x250px.gif
Portal 163.jpg
Confira nossas OFERTAS
FARMÁCIA ULTRA DESCONTÃO
images.png
banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif