Criminoso tem que se cuidar a partir de agora para não ser recebido a bala...

17/01/2019

A cada dia, vemos mais notícias de assaltos a residências em municípios brasileiros de menor porte.

 

A cada dia, uma notícia que era rara, começa a fazer parte do cotidiano de moradores tranquilos e seguros, até então.

 

Segundo as informações, assaltantes vem de fora e os que existem pelas cidades, são conhecidos de velha guarda das Polícias locais.

 

Assim sendo, cabe manter a casa fechada, janelas trancadas, cachorros soltos e bem alimentados, alarmes ligados, orações ao alto.

 

Mas, toda ação corresponde a uma ausência de ação do outro lado.

 

Se de um lado o ladrão se sente à vontade para arrombar residências e praticar assaltos, roubos, furtos, o outro lado se mostra ausente?

 

Patrulhamento diário, ronda, blitz, investigação, solicitação de documentos, enfim, tudo o que cabe à polícia fazer, que seja feito..

 

Do simples andar de um veículo pela rua à presença diária de policiais nas ruas, tudo gera efeito positivo para a comunidade e negativo para o ladrão.

 

Ninguém sai de uma residência roubada andando tranquilamente pela calçada com TV de 50 polegadas, micro-ondas, notebooks, pertences da casa que foi roubada.

 

Ninguém caminha impunemente pelas ruas das cidades sem que outros percebam.

 

Assim é que todos nós devemos avisar o vizinho que estaremos ausentes, avisar a empresa de segurança (quando se tem), avisar a diarista para que tranque bem a casa na hora de sair.

 

O ladrão de cidade pequena primeiro faz o levantamento, analisa, observa, prepara a invasão para que seu sucesso seja repleto de artigos para o roubo. Ele analisa a região, vê rotas de fuga com mais facilidade, analisa a casa a ser assaltada, controla quem entra e quem sai, sabe até onde fica a caixa de luz da residência, traça o mapa da ação para que tenha um resultado positivo e possa revender o produto roubado.

 

Nós, saímos de casa e não revisamos tudo antes de fechar a porta. Devemos. Devemos revisar a casa toda, portas e janelas, alarmes e grades. Cadeados só se forem daqueles de presídio, senão, estouram tudo e entram.


O pior: alguns menores que praticam furtos a residências ainda apostam na impunidade.

Mas cuidado: desde a terça-feira, o brasileiro pode comprar uma arma para ter em casa, obedecidas certas condições.

 

E com a arma, o ladrão nunca saberá o que lhe espera. Pode ser nada, mas pode ser chumbo.

 

Se formos fazer uma análise detalhada do crescimento da bandidagem e da criminalidade, gastaremos aqui mais de 30 páginas, desde o aspecto social-econômico até a cara de pau de garotos e adultos que acham mais fácil roubar que trabalhar. Se bem que o tal do emprego ultimamente ficou meio escasso.

 

Mas não justifica. Criminoso tem que se cuidar a partir de agora para não ser recebido com projéteis e o morador tem que se cuidar sempre, fazendo o curso de tiro até para poder acertar o tiro quando este for dado.

 

Mas que preocupa a falta de segurança, isto preocupa mesmo.

 

Os moradores das cidades pequenas confiam nas polícias, mas ao mesmo tempo, pedem, diariamente, mais cuidados, mais rondas, mais policiamento preventivo.

 

Em várias blitz realizadas, descobre-se que tem alguém no meio que deveria está atrás das grades.

 

E ainda estão soltos por aí.

 

Tomara que por pouco tempo.

 

 

Compartilhar
Please reload

FARMÁCIA ULTRA DESCONTÃO
Portal 163.jpg
740 x 131 px.gif

Dois feridos em acidente na PR-182 em Ampére

October 26, 2020

Apreensões da PRF, neste fim de semana, causam um prejuízo de mais de R$ 5 milhões ao crime organizado

October 26, 2020

1/3
Please reload

www.portal163.com - A notícia passa por aqui!

MARCOS LIMA

46 99975-6563

limaeroso@gmail.com

ALLEX H. MARCELLO

46 99917-6676

allexhidarian@hotmail.com

  • Facebook