O momento é de muito ruído na comunicação do País


Não tenho dúvidas de que vivemos hoje em um país dividido em dois: de um lado, os vitoriosos com Bolsonaro e do outro, derrotados com o PT.


Também não tenho dúvidas de que as irregularidades comentadas, realizadas pelo PT virão à tona e chocarão ainda mais uma parte da população brasileira.


Apenas uma parte, pois a outra parte não sabe ler e não entende o que sejam irregularidades. Para eles, viva o Lula e os benefícios trazidos pelos anos de poder e de benevolência com os aliados. Que está no final, lembremos.


Do lado bolsonariano, muito trabalho a fazer, mesmo com a maior emissora da América Latina contra e seus apresentadores recebendo ordens e determinações de ataques.


E aí, me pergunto: quem é Fausto Silva? Um animador de auditório, que detém a maior audiência do horário (será??) e que se julga no direito de falar o que lhe vem à cabeça??


Ou a Rede Globo perdeu a noção do perigo? TV é concessão do governo federal e ele pode cassar na hora em que lhe for conveniente.


A não ser que mais armas tenham sido guardadas para serem usadas em outros momentos.


Sem dúvida, vivemos um momento de muito ruído na comunicação do país. Se o presidente eleito quer trabalhar, não o deixam.


E não o deixarão, porque enquanto Zé Dirceu estiver solto, perigos rondam a normalidade do país. Também acho que a bagunça do Ceará tem o dedo do PT, além do crime organizado.


Jair Bolsonaro embarcou na canoa e agora vê que as ondas são maiores do que dizia a carta náutica brasileira.


De qualquer fala, vem a tempestade provocada pelos inimigos e pelos políticos de plantão, prontos a provocar o distúrbio.


Melhora calar e trabalhar. Arrumar um porta-voz para transmitir decisões e novas determinações nacionais. Debate? Sem condições.


Melhor falar com paredes e agir.


Nossa oposição não tem cabeça e nem formação para debater. Podem até ter pontos de vista, mas dificilmente serão expostos.


De duas cores fizeram um mar Negro na imprensa e crucificaram a pobre da ministra. E ainda peitam desaforos, abertamente.


Temos pela frente um período conturbado, onde a mente equilibrada sairá vencedora, mas será preciso muito controle.


Vontade que dá é de largar o cacete e ver o resultado, mas não. A democracia ainda não permite a varredura completa do que atrapalha o bom senso e o país não tem cabeça para suportar tais atos.


Triste é ver a cada dia, noticiário deturpado, opiniões contrárias manipuladas e afrontamentos fora de ora.


Nos 13 anos de atuação dos ladrões do patrimônio público, poucos questionaram, pois a maioria se vendeu através de palestras e de verbas adicionais.


Inclusive a poderosa rede de comunicação, que juntou 6 bilhões de reais, comprovados no edital de transparência.


Questionar para quê?? O dim dim vinha mensalmente.....


Oposição sempre será bem vinda, desde que para somar, debater, analisar, encontrar saídas e prosperar.


Esta que temos nos dias de hoje, para nada serve a não ser para defender um criminoso ladrão e seus associados do crime.


Colocaram nosso país numa situação tão lamentável que agora lhes resta discutir cores.

Que assim seja. Discutam cores enquanto o governo trabalha. Coisa que, aliás, eles não fizeram.


E aos poucos, sem entrevistas e distorções, caminharemos para um país em melhores condições.


Pena que a politica de baixo clero ainda atue e precise de tentáculos no poder. E irá conseguir,


A nós, brasileiros esperançosos, resta a esperança de ver erradicada esta camarilha imensa, de uma vez por todas.


Em todos os setores.


Difícil, mas estamos na estrada.


Quem sabe um dia, consigamos.


E daí, voltaremos a sorrir com tranquilidade e com erros cometidos para acertar o caminho.

Sem ladrões, sem cores, sem o vermelho do sangue que brota dos olhos dos alijados do poder.

Tomara.

ALEP_COVID_01_300x250px.gif
Portal 163.jpg
Confira nossas OFERTAS
FARMÁCIA ULTRA DESCONTÃO
images.png
banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif